segunda-feira, 17 de julho de 2017

DISSIDÊNCIA DO PMDB VAI LANÇAR REQUIÃO À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA


Grupo de dissidentes peemedebistas vai lançar a pré-candidatura do senador paranaense 
Roberto Requião à Presidência da República; ideia da dissidência é divulgar nos próximos dias 
uma "Carta de Princípios" refutando o modelo neoliberal adotado por Michel Temer e, em 
2018, disputar a indicação no PMDB; entrada de Requião na pista presidencial também tem 
como objetivo ocupar espaço nacional em eventual inabilitação do ex-presidente Lula; setores 
do PT e a ala nacionalista da Frente Ampla creem que uma candidatura do senador do PMDB 
pode ser o "Plano B" de centro-esquerda brasileira.

Do blog do Esmael Morais

Um grupo de dissidentes peemedebistas vai lançar a pré-candidatura do senador paranaense Roberto 
Requião à Presidência da República.
A ideia da dissidência é divulgar nos próximos dias uma "Carta de Princípios" refutando o modelo 
neoliberal adotado pelo ilegítimo Michel Temer e, em 2018, disputar a indicação no PMDB.
Requião tem sido um dos mais críticos parlamentares, além-PT, ao golpe do Estado e ao desmonte 
do Estado Social.
A entrada de Requião na pista presidencial também tem como objetivo ocupar espaço nacional em 
eventual inabilitação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Setores do PT e a ala nacionalista da Frente Ampla creem que uma candidatura do senador do 
PMDB pode ser o "Plano B" de centro-esquerda brasileira.
Pelo sim pelo não, o senador Roberto Requião é hoje a liderança extramuros mais próxima da 
militância e da direção petistas. Ele, inclusive, discursou na posse do novo diretório nacional do PT 
no início de junho.
____________________________________

Um comentário:

Unknown disse...

Mesmo Requião sendo do PMBD, acho que votaria nele, pela sua postura e posicionamento nesses acontecimentos desde 2014..